DOAÇÕES E CAMPANHAS SOCIAIS SOMAR PARA DIMINUIR

DOAÇÕES E CAMPANHAS SOCIAIS SOMAR PARA DIMINUIR
A doação de alimentos é, talvez, uma das melhores ações sociais que podemos fazer em qualquer época do ano e a ASSOCIAÇÃO SOMAR PARA DIMINUIR tem o compromisso de não levar apenas mais um sopão para a população em situação de rua, e sim, uma forma de ajudar o próximo. A sua doação é sempre bem vinda. Esse ano teremos muitas novidades!! As instituições parceiras vão estar com suas barraquinhas. Durante o período de 21 de maio até 31 de agosto de 2017, estaremos realizando a CAMPANHA SOU SOLIDÁRIO, e com a ajuda de vocês, das redes sociais, estamos arrecadando doações. O que doar: agasalhos, cobertores, roupas para crianças, adolescentes, mulheres e homens, alimentos não perecíveis, brinquedos, cadeiras de rodas, material de limpeza e higiene pessoal, leite em pó, utensílios domésticos, que vai ajudar a proporcionar um benefício a algumas instituições parceiras do Projeto somar para diminuir, para mais de 150 famílias de pelo menos algumas instituições assistidas. Para contribuir é simples! POSTO AUTORIZADO: IEQ VÍTOR ALVES - Rua Vítor Alves, 414 - Campo Grande - RJ INFORMAÇÕES: ZAP 21 99943 9537 PÁGINA OFICIAL: https://www.facebook.com/associacaosomarparadiminuir/

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Um Pé de Quê? Caqui





Conheça um pouco da história do Caqui da Agroprata.

ARRAIAL DA SOLIDARIEDADE VEM SOMAR PARA DIMINUIR

O Melhor Arraial da Solidariedade de Campo Grande já esta chegando, e a sua doação é sempre bem vinda. Esse ano teremos muitas novidades!!

As instituições parceiras vão estar com suas barraquinhas.
Está festa tem o objetivo de arrecadar recursos para a manutenção dos projetos e ações da nossa Associação Somar para diminuir, além de levar muita diversão e alegria a todos os participantes.

A entrada será 1 KG de alimento não perecível, aceitaremos doações de agasalhos, roupas, material de higiene e de limpeza.


Teremos comidas e bebidas típicas, palco para shows, desapego social, fogueira, quadrilha, e ainda traje caipira obrigatório e diversão garantida! o Arraial  Solidariedade Somar para diminuir vai se consagrar no calendário de festas da nossa região e este ano vai ser sua 1ª edição.

Instituições Parceiras:
Ieq Vitor Alves - Campo Grande
Igreja Nª Sª do Desterro - Campo Grande
Comunidade Terapêutica Força da Nossa União - Santa Cândida - Itaguaí
Casa de Atendimento Maria José - Campo Grande
Centro de Recuperação Reconstruindo Vidas - KM39 Seropédica
Casa Recuperação O Vencedor - Jardim 7 de Abril
Projeto Resgatando as Nações - Morro do Carvão - Itaguaí

Classificação Indicativa: LIVRE
Data: 1 de Julho - sábado
Hora: 14 até 20 horas

Local: Praça do teatro Arthur Azevedo
            Frente a Igreja do Evangelho Quadrangular
            Rua Vitor Alves, 414 - Campo Grande - RJ

Informações:
21 98370 3896
ZAP 21 99943 9537
Página Oficial:

https://www.facebook.com/associacaosomarparadiminuir/

FESTA SOU SOLIDÁRIO SOMAR PARA DIMINUIR 2017

Data: 31 de agosto - quinta feira - 9 até 16 horas
Local: Praça do Teatro Artur Azevedo



A festividade da solidariedade, FESTA SOU SOLIDÁRIO SOMAR PARA DIMINUIR é dia 31 de agosto de 2017, quinta feira, de 9 até 16 horas com ação social, beleza da mulher, Comidas e bebidas típicas, palco para shows, desapego social, fogueira, quadrilha, e ainda muita diversão garantida!

A doação de alimentos é, talvez, uma das melhores ações sociais que podemos fazer em qualquer época do ano e a ASSOCIAÇÃO SOMAR PARA DIMINUIR tem o compromisso de não levar apenas mais um sopão para a população em situação de rua, e sim, uma forma de ajudar o próximo. A sua doação é sempre bem vinda. Esse ano teremos muitas novidades!! As instituições parceiras vão estar com suas barraquinhas.
Durante o período de 21 de maio até 31 de agosto de 2017, estaremos realizando a CAMPANHA SOU SOLIDÁRIO, e com a ajuda de vocês, das redes sociais, estamos arrecadando doações.

O que doar: agasalhos, cobertores, roupas para crianças, adolescentes, mulheres e homens, alimentos não perecíveis, brinquedos, cadeiras de rodas, material de limpeza e higiene pessoal, leite em pó, utensílios domésticos, que vai ajudar a proporcionar um benefício a algumas instituições parceiras do Projeto somar para diminuir, para mais de 150 famílias de pelo menos algumas instituições assistidas.

Para contribuir é simples!
POSTO AUTORIZADO:
IEQ VÍTOR ALVES - Rua Vítor Alves, 414 - Campo Grande - RJ

INFORMAÇÕES:
ZAP 21 99943 9537

PÁGINA OFICIAL:
https://www.facebook.com/associacaosomarparadiminuir/


quarta-feira, 14 de junho de 2017

CONHECENDO CAMPO GRANDE PELAS TRILHAS

Por Graciano Caseiro

Na divisão territorial do Brasil, o país é formado por estados, que por sua vez são formados por municípios ou cidades, e estes são formados por distritos ou bairros. Sendo assim, é possível um bairro ao mesmo tempo ser cidade? Pode-se dizer que sim. Isto aconteceu com o bairro de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, considerado o mais populoso e um dos mais extensos do município do Rio.


    Em 1968, o então governador do estado da Guanabara, (que na verdade era uma cidade-estado), Francisco Negrão de Lima, promulgou uma lei reconhecendo a localidade de Campo Grande como cidade. Assim, no ano já citado, ficava reconhecida como "Cidade honorária a localidade de Campo Grande".
   
Campo Grande é o bairro mais extenso e que tem o maior contingente populacional da cidade do Rio de Janeiro. Para chegar a abrigar tanta gente, a região passou por muitas mudanças e histórias. Antes da fundação da cidade, a região de Campo Grande era habitada por índios da tribo Picinguaba. Após 1565, esse território passou a pertencer à grande Sesmaria de Irajá.
 
“Em 1673, toda a área que hoje corresponde a Campo Grande foi desligada da Sesmaria de Irajá e doada pelo governo colonial a Barcelos Domingos. Ainda em 1673, foi criada a Paróquia de Nossa Senhora do Desterro, marco da ocupação territorial da região”, conta os historiadores.

Como em boa parte da cidade do Rio de Janeiro nessa época, em Campo Grande era cultivada cana-de-açúcar, além da criação de gado bovino. A influência dos jesuítas, muito presentes na região onde hoje fica Santa Cruz, também foi forte em Campo Grande.

Embora tenha havido um grande esforço dos jesuítas para urbanizar a região, Campo Grande passou séculos limitado a um espaço rural. Somente no final do século XVIII, a Freguesia de Campo Grande, como a área era conhecida na época, começou a prosperar.


O crescimento urbano, como em quase toda a cidade do Rio de Janeiro, se deu em volta da religião e da água. Explica-se: a região de Campo Grande se desenvolveu nos entorno da Igreja de Nossa Senhora do Desterro e do poço que a Paróquia possuía.

Mesmo com o relativo crescimento, Campo Grande manteve um caráter rural. A partir da segunda metade do século XIX, a região viu a implantação de uma estação da Estrada de Ferro D. Pedro II, em 1878. O transporte ferroviário facilitou o acesso e o povoamento da área, o que ajudou a urbanizar mais intensamente uma parte do bairro.



No ano 1915, os bondes de tração animal deram lugar aos elétricos. Isso possibilitou ainda mais a integração da região com outras áreas mais urbanizadas. Essa troca colaborou com a formação de um forte comércio interno em Campo Grande, que prevalece até hoje em dia. Sem nunca perder a vocação para a agricultura e sendo de extrema importância para o país em um momento econômico mundial complicado, por conta da Segunda Grande Guerra, Campo Grande foi considerada uma grande região produtora de laranjas, o que lhe rendeu o apelido “Citrolândia”.
 
A grandiosa industrialização de regiões próximas como Bangu, por exemplo, surtiram algumas mudanças em Campo Grande. Algumas empresas se instalaram no bairro após essa onda industrial. Outro ponto histórico que marca o bairro é a presença de cristãos reformados, que deixaram a sua marca no bairro construindo muitas igrejas protestantes.

“Campo Grande sempre se desenvolveu mais individualmente, em relação ao restante da cidade. Por esse e outros motivos, em 1968, Francisco Negrão de Lima, então governador do estado da Guanabara, promulgou uma lei que reconhecia Campo Grande como cidade, não como bairro”, destacamos.

Entretanto, Campo Grande é tido como um bairro do Rio de Janeiro. Um bairro com muita história e importância para nós, cariocas. Apesar disso, Campo Grande ainda é tido como um bairro do Rio de Janeiro. Prefeitura do Rio de Janeiro e demais autoridades vamos reconhecer a cidade de Campo Grande.

Galeraaaaaa que ainda não reservou...🏃🏼🏃🏼🏃🏼🏃🏼🏃🏼 Corrreeeee... Passeio nas Trilhas e Sítios dos Agricultores do Maciço da Pedra Branca  pelas belezas do Rio da Prata em Campo Grande, RJ.
 
Passeio e caminhada ecológica nas trilhas com direito a visita aos sítios dos agricultores da Agroprata do Rio da Prata de Campo Grande.
o que esta Incluso?
* Visita a sítios e CONHECENDO lugares históricos.
* Passeio pela Trilha doJequitiba.
* Almoço em um Sítio dentro do Parque Estadual da Pedra Branca.
*Guia Condutor credenciado INEA/Parque Estadual da Pedra Branca.
*Sorteio de brindes.

Maiores Informações:
RESERVAS e ORGANIZAÇÃO: Diego Carreiro
21 98156 5209 ZAP


domingo, 21 de maio de 2017

CAMPANHA SOU SOLIDÁRIO AO SOMAR PARA DIMINUIR

Por Graciano Caseiro

A doação de alimentos é, talvez, uma das melhores ações sociais que podemos fazer em qualquer época do ano e a ASSOCIAÇÃO SOMAR PARA DIMINUIR tem o compromisso de não levar apenas mais um sopão para a população em situação de rua, e sim, uma forma de ajudar o próximo.


Durante o período de 21 de maio até 31 de agosto de 2017, estaremos realizando a CAMPANHA SOU SOLIDÁRIO, e com a ajuda de vocês, das redes sociais, estamos arrecadando doações.

O que doar: agasalhos, cobertores, roupas para crianças, adolescentes, mulheres e homens, alimentos não perecíveis, brinquedos, cadeiras de rodas, material de limpeza e higiene pessoal, leite em pó, utensílios domésticos, que vai ajudar a proporcionar um benefício a algumas instituições parceiras do Projeto somar para diminuir, para mais de 100 famílias de pelo menos 7 instituições assistidas.

Para contribuir é simples!
POSTO AUTORIZADO:
IEQ VÍTOR ALVES - Rua Vítor Alves, 414 - Campo Grande - RJ
INFORMAÇÕES:
ZAP 21 99943 9537
PÁGINA OFICIAL:

https://www.facebook.com/associacaosomarparadiminuir/

quarta-feira, 3 de maio de 2017

PROJETO SOCIAL "ASSOCIAÇÃO SOMAR PARA DIMINUIR"

Por Graciano Caseiro

"...Sai depressa pelas ruas e bairros da cidade, pelos caminhos e valados e traz aqui os pobres e aleijados e faça-os entrar". (Lucas 14-21).

É um projeto voltado para a assistência social aos necessitados, visando, especialmente, à população em situação de rua. Mostrar, através de uma visão humanizada, que, quando somamos esforços, diminuirmos os danos causados por diversos fatores na vida de um ser humano. Não se pretende atuar por emoção, com sentimentos de dó, desencargo de consciência e fins eleitoreiros, mas o desafio de confrontarmos, primeiro, a nós mesmos, depois, ao regime governamental.


POR QUE DO PROJETO?
Assim, pretende-se entender as causas que marginalizam o indivíduo e compreendermos a ação do Estado quando o culpa. Aparentemente, o problema foge ao controle do Estado, não por deficiência em erradicar, mas pelo desinteresse, já que grande parte dessa população são usuários de drogas e mantêm os interesses de muitos maus intencionados.
A intenção de criar esse projeto é a de que encontrássemos pessoas com sensibilidade para ouvir o apelo dos que se encontram em situação de rua; muitos sem perspectiva de vida e de transformação, outros ainda demonstram alguma esperança.
O desafio é para todos que possam, de alguma forma, prestar seu serviço à humanidade, como profissionais, donas de casa, estudantes, etc.
É uma necessidade urgente;
É uma demonstração de amor ao próximo;
É um desapego do eu;
Para tanto, é preciso;

METODOLOGIA DO PROCESSO SÓCIO-EDUCATIVO.
Trabalhar na prevenção através de palestras;
Encaminhar para recuperação e ressocialização em local especializado;
Realizar cursos;
Viabilizar direitos (acesso) com entendimento no uso da cidadania;
Apresentar palestras e vídeos - para entendimento do grupo e acompanhamento das políticas que vigoram nosso país - também focando na cidadania com dinâmicas que estarão fortalecendo nosso propósito, enfatizando o pertencimento e a identidade do indivíduo.
COMO POSSO AJUDAR?
Sendo um: Parceiro. Associado ou Voluntário, preenchendo o formulário abaixo e entregando-o aos apresentadores ou enviando por email:

(projetosomarparadiminuir@hotmail.com)
(gruposomarparadiminuir@gmail.com)
https://www.facebook.com/associacaosomarparadiminuir/
ZAP 21 98370 3896

NOME:
DATA DE NASCIMENTO:
ENDEREÇO: 

EMAIL:
TELEFONE:
VOLUNTÁRIO NAS ÁREAS DE:
SOU UM CONTRIBUINTE DOANDO:


"Acreditamos que é possível promover ações coletivas e encontrar soluções para muitos problemas. Para isso é necessário que haja mobilização de meios e concentração de esforços para atingir os objetivos.
É com atitudes positivas, como um simples gesto, uma palavra amiga, um sorriso, ou um estender de mão, que podemos trazer esperança e fazer diferença na vida daqueles que mais precisam." (CNS)


sexta-feira, 21 de abril de 2017

MUITO ALÉM DO QUINTAL












CAMPO GRANDE TEM CRESCIMENTO DE ESCOTEIROS

O Grupo de Escoteiro Atalaia de Campo Grande está cada dia mais forte,
neste ano teve mais de 45% de crescimento com atividades educativas que
fazem com que tenha mais procura. Uma das suas atividades do 59º Grupo
de Escoteiro Atalaia é reflorestar e o recolhimento de óleo de cozinha usado
para reciclagem. Informações: www.escoteirosatalaia.org


PROMESSA DE CRIVELLA É READEQUAÇÃO DO BRT MARIA TEREZA

Uma das promessas de Campanha é da readequação da estação
do BRT Maria Tereza frente ao Hiper Extra no centro de Campo Grande.
O Prefeito Marcelo Crivella disse recentemente que vai cumprir.
A derrubada da estação nunca inaugurada e que atrapalham o trânsito e
o comércio no inicio da Estrada do Monteiro.



FESTA DO CAQUI MOVIMENTA POLO GASTRONÔMICO DO RIO DA PRATA


A 4ª edição da "Festa do Caqui Rio da Prata" será a atração do calendário de turismo local, buscando revelar talentos da cultura e das artes, nos dias 29 de abril, sábado, de 9 h até17 horas, dia 30 de abril, domingo, de 9 h até 17 horas e dia, 1 de maio, feriado, segunda feira, de 9 h até 17 horas. Local: Espaço Farol da Prata, Estrada da Batalha, 202. Entrada 1 KG de alimento não perecível. 

ASSOCIAÇÃO SOMAR PARA DIMINUIR A SERVIÇO DO SOCIAL

É um projeto voltado para a assistência social aos necessitados, visando, especialmente, à população em situação de rua. Seja um Parceiro, Associado ou Voluntário.
Informações: gruposomarparadiminuir@gmail.com; ZAP 21 98370 3896; 
Visitem a página oficial www.facebook.com/associacaosomarparadiminuir; 

quinta-feira, 20 de abril de 2017

FESTA DO CAQUI VAI MOVIMENTAR A CIDADE MARAVILHOSA JUNTO AO POLO GASTRONÔMICO, CULTURAL E TURÍSTICO DO RIO DA PRATA

A 4ª edição da "Festa do Caqui Rio da Prata" será a atração do calendário de eventos e do turismo local, buscando revelar talentos da cultura e das artes, nos dias 29 de abril, sábado, de 9 h até17 horas, dia 30 de abril, domingo, de 9 h até 17 horas e dia, 1 de maio, feriado, segunda feira, de 9 h até 17 horas.


Estaremos aguardando os amigos, clientes, simpatizantes e parceiros da boa alimentação saudável, que serão voltados para o fortalecimento da cadeia de orgânicos, cheio de atrações culturais, de educação ambiental e voltadas para o social. Neste ano, a FESTA DO CAQUI RIO DA PRATA, busca, por um estilo de vida mais saudável, preocupado com a sustentabilidade do planeta, que estão cada vez mais presentes a cada ano, e no dia-a-dia  dos consumidores, provocando crescimento consistente do consumo de produtos orgânicos, na cidade maravilhosa, ora, Rio da Prata, aonde se espera aproximadamente umas 5000 pessoas, nesses três dias de festividade.

O evento, já está virando um marco na cultura ambiental da cidade maravilhosa, é visto como o de maior potencial no segmento de alimentos sem agrotóxico, trazendo empregos, criando oportunidade única, que levam em sua composição das matérias-primas e atrações turísticas para a região.

Os Anfitriões, Idealizador, Escritor Graciano Caseiro, e a realizadora, Diretora Executiva da AGROPRATA,  Drª Rita de Cássia Caseiro, fundadores da Festa do Caqui Rio da Prata, que em 2017 tem na organização, a Caseirolé promoções e eventos, (Graciano caseiro), juntamente com a conceituada, Crewolada produções, (Diego Carreiro), tendo o apoio e as parcerias da Feira Orgânica do Rio da Prata,  Superintendência Regional AP 5.2, Vereador Professor Rogério Rocal, Abio, FURNAS, Parque Estadual da Pedra Branca, INEA, Defensores do Planeta, UP!Essência, Colégio Santos Maia, Guarda Nacional Ambiental, Tico Fotografo, Antigo Rio da Prata, Tico Fotografo, Instituto Panela de Barro, Fundação Cultural Palmares, Comunidade Remanescente Quilombola Dona Bilina Rio da Prata e Associação Somar para diminuir, que será agraciada com as doações de alimentos não perecíveis a serem arrecadados e doados pela Festa do Caqui  Rio da Prata.

Este ano a Festa do Caqui Rio da Prata tem como tema o "Desenvolvimento sustentável, cultural e sócio ambiental de Campo Grande". Como já é tradição, a festa trará diversos shows musicais com oportunidades para os talentos regionais, além de toda a diversidade da gastronomia e cultura local, Caminhada Ecológica com Guia credenciado do INEA, Diego Carreiro,  stands de vendas, exposição de frutas selecionadas, artesanato, além de roda de bate papo, Samba de Roda do Recôncavo Baiano com a artista Tainá e diversas outras atrações da cultura regional carioca.

A Festa do Caqui Rio da Prata trará um diferencial, além de alimentos não perecível doados à Associação Somar para diminuir de Campo Grande. Será um ano de parcerias que vem a somar a comunidade local, desde já a GNA - Guarda Nacional Ambiental vai estar dando apoio, ajudante e orientando as pessoas através do seu Grupamento Tático Ambiental, e a parceria dos Guarda Parques do Parque Estadual da Pedra Branca. Teremos no 1º dia da festividade, uma AÇÃO SOCIAL DA AGROPRATA, de 9 até 12 horas com Aferição de Pressão, medição de glicose e orientação de enfermagem, esta é uma parceria do Colégio Santos Maia, sob a Coordenação da Equipe do Luciano Eduardo. Nos três dias da festividade, acontecerá, a CAMINHADA ECOLÓGICA, saindo do Espaço Farol da Prata, conhecendo os sítios, a colheita do caqui, além de conhecer o Jequitibá, na volta um almoço delicioso em um sítio.

Além disso, teremos a presença dos Doutores da Terra, os produtores e agricultores orgânicos da região, conhecidos como AGROPRATA, trazendo seu caqui fruta rama forte, além das frutas, legumes e verduras do maciço da Pedra Branca. Será possível desfrutar dos pratos típicos da região, teremos almoço, churrasquinho, suco de caqui, do café na roça.


Venha conhecer o jardim,  o lago,  ambiente acolhedor  e importante para as famílias. Teremos doações de várias mudas de plantas nativas do maciço da Pedra Branca, para as pessoas que estiveram este ano participando e trazendo 1 quilo de alimento não perecível, talentos regionais expondo suas amostras de esculturas e quadros, exposição da renomada artista plástica, Carmen Paixão, recordação das fotos das edições anteriores da Festa do Caqui  Rio da Prata com uma exposição maravilhosa de fotografias do  Fotografo Tico, e na área musical a participação especial do cantor e compositor, Yago Eloy, teremos a participação do Coletivo Cultural do Rio da Prata, Sarau Poesia Mix, entre outros.


O evento contará ainda com um espaço para as crianças, praça de alimentação, exposição, degustação e venda de frutas e derivados do Caqui, artesanato, área de show, receberemos o Samba de Roda no Recôncavo Baiano com a artista Tainá, dando um toque especial na festa folclórica, com a participação de várias pessoas de etnias diferentes.

A Festa do Caqui Rio da Prata procura valorizar os produtores rurais, familiares e agro ecológicos da agricultura regional e dos integrantes da Agroprata em suas últimas edições, aonde serão comercializado o caqui fruta, caqui passa, vinagre de caqui e outros produtos cultivados dentro do Parque Estadual da Pedra Branca na cidade maravilhosa.
  
E para conhecimento de todos, dentro das atividades da última edição da Festa do Caqui Rio da Prata, acontecida em 2016, o Escritor e Idealizador Graciano Caseiro da Festa do Caqui Rio da Prata recebeu a MOÇÃO DE CONGRATULAÇÕES E LOUVOR da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, das mãos do Vereador Professor Rogério Rocal.




Graciano Caseiro teve a honra de receber a MOÇÃO DE HONRA AO MÉRITO da SERENÍSSIMA CASA REAL SEFARAD Y DUCAL DE LUCENA como Fundador da Festa do Caqui Rio da Prata das mãos do Príncipe Dom Magnus Augustus 1º.


Doutora Rita de Cássia Caseiro, teve o privilégio da MOÇÃO  DE CONGRATULAÇÕES E LOUVOR e, como diretora executiva, representante legal da Associação de Agricultores Orgânicos da Pedra Branca - AGROPRATA,  recebeu das mãos do Vereador Professor Rogério Rocal a MEDALHA DE MÉRITO PEDRO ERNESTO à AGROPRATA.


Estamos aguardando todos vocês  e sua família, nesta Quarta Edição da Festa do Caqui Rio da Prata.

Equipe Organizadora,

Graciano Caseiro - zap 99945 2606
Rita de Cássia Caseiro - zap 99943 9537

Diego Carreiro - zap 98156 5209


www.facebook.com/festadocaquiriodaprata
www.festadocaquiriodaprata.blogspot.com.br