DOAÇÕES E CAMPANHAS SOCIAIS SOMAR PARA DIMINUIR

DOAÇÕES E CAMPANHAS SOCIAIS SOMAR PARA DIMINUIR
A doação de alimentos é, talvez, uma das melhores ações sociais que podemos fazer em qualquer época do ano e a ASSOCIAÇÃO SOMAR PARA DIMINUIR tem o compromisso de não levar apenas mais um sopão para a população em situação de rua, e sim, uma forma de ajudar o próximo. A sua doação é sempre bem vinda. Esse ano teremos muitas novidades!! As instituições parceiras vão estar com suas barraquinhas. Durante o período de 21 de maio até 31 de agosto de 2017, estaremos realizando a CAMPANHA SOU SOLIDÁRIO, e com a ajuda de vocês, das redes sociais, estamos arrecadando doações. O que doar: agasalhos, cobertores, roupas para crianças, adolescentes, mulheres e homens, alimentos não perecíveis, brinquedos, cadeiras de rodas, material de limpeza e higiene pessoal, leite em pó, utensílios domésticos, que vai ajudar a proporcionar um benefício a algumas instituições parceiras do Projeto somar para diminuir, para mais de 150 famílias de pelo menos algumas instituições assistidas. Para contribuir é simples! POSTO AUTORIZADO: IEQ VÍTOR ALVES - Rua Vítor Alves, 414 - Campo Grande - RJ INFORMAÇÕES: ZAP 21 99943 9537 PÁGINA OFICIAL: https://www.facebook.com/associacaosomarparadiminuir/

quinta-feira, 4 de abril de 2013

BRT É PARA RICOS OU PARA O POVO CARIOCA?


Com a palavra o Prefeito do Rio de Janeiro, os seus secretários e quem de direito deveriam olhar com mais atenção para quem utiliza diariamente e que trabalha pagando seus impostos que não são poucos não.
É o caos o que o povo carioca está vivendo hoje ao tentar chegar ao trabalho saindo de casa às 5 da manhã e chegando na barra as 8:38 h, sem falar que ele pega as 8 da matina no trabalho e toda vez é a mesma história, estações lotadas e ninguém faz nada e tem mais demoramos umas 3 horas e meia, os transtornos para pegar no BRT estação do Magarça ou Mato Alto, é impressionante, fica cheio de passageiros que vem de Sepetiba, pedra de guaratiba, santa cruz, rio da prata, campo grande e outras localidades, e a falta de funcionários ou maquinários, máquinas para colocar créditos para andar no BRT são obsoletos e funcionários sem preparo algum, pois cordialidade, bom atendimento e atenção não existem por parte desses funcionários e lembrando para chegar ao trabalho pelo BRT, que deveria ser chamado de BAGUNÇA REGISTRADA DO TRABALHADOR,  temos muitas dificuldades, além de o Prefeito do Rio falar que é o meio mais rápido de ir para a Barra da Tijuca, queria que ele chegasse na estação na hora do rush e tentasse entrar, sem seguranças e sem puxa sacos para facilitar a sua vida, pois a consideração com os passageiros e o povo carioca por parte das empresas Jabor e Pégaso, além da Prefeitura do Rio é impressionante, é puro descaso total, somos agredidos e jogados por pessoas que querem chegar ao trabalho.... e dizem que temos transporte de primeiro mundo, não sei que mundo eles vivem. "Eu vivo em Campo Grande, que está abandonado pelo Prefeito e seus vereadores, temos representantes que não colocam a boca no trombone, pois querem regalias, e o povo que se dane?"

Até quando estamos sujeitos às desculpas dos governantes incompetentes do nosso Município que chamamos de CIDADE MARAVILHOSA?
Quem poderia me ajudar a poder pegar o insuportável BRT, nos horários de maior fluxo de passageiros, sendo que os carros passam lotados nas estações de Magarça ou do Mato Alto na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

ATENÇÃO URGENTE a todas as autoridades responsáveis, pois está um caos e insuportável andar ou pegar o tal BRT. E para piorar tiraram os ônibus que faziam os transportes de passageiros saindo de Campo Grande direto para a Barra da Tijuca, chamava-se de direto, facilitava a todos, que trabalham na região daquela localidade. E para piorar colocaram os ônibus de 8 reais e 12 reais fazendo esse trajeto. Lembrando que as empresas não querem pagar 4 passagens, e com muito custo pagam duas., sendo que de R$ 2,75 cada.

Diariamente, os passageiros que precisam usar o BRT, na zona oeste do Rio, passam por uma prova de paciência. A fila para comprar os bilhetes é enorme e os ônibus circulam superlotados. Infelizmente, os órgãos competentes da Secretária de Transportes do Rio, estão obsolutos e são comandados por políticos, imaginem duas empresas na Zona Oeste como a Pégaso e a Jabor comandando os passageiros com suas conduções precárias? È a pura realidade da minha querida cidade do Rio de Janeiro.

GRACIANO CASEIRO – gracianocaseiroproducoes@gmail.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário